Vestidos: o guia completo para apostar na peça em todas as ocasiões

Você tem vestidos no seu guarda-roupa? Eles são peças super versáteis, democráticas e femininas, que vão bem tanto para o dia quanto para a noite. É difícil encontrar uma mulher que não adore desfilar por aí com eles. Curto, longo, formal, despojado, comportado, sexy: existem diversos modelos, que acompanham as estações do ano, as tendências da moda e agradam inúmeros estilos.

A peça é um curinga: fica bem com todos os formatos de corpos e é encontrada em diversos preços, cores e cortes. Aproveitados da maneira correta, os vestidos podem destacar os pontos fortes do seu corpo, aumentar a sua autoestima e fazer você se adequar a qualquer situação.

Que tal saber mais sobre essa peça incrível? Neste post vamos mostrar como é possível usar vestidos em várias situações. Confira!

Quais os motivos para usar vestido no dia a dia?

Por muito tempo, usar vestido era a única opção de roupa das mulheres. Felizmente, isso mudou, mas eles também mudaram e hoje a peça é vista como uma excelente alternativa para arrasar em qualquer ocasião.

Você sabe por que é tão interessante aproveitar o vestido na sua rotina? Separamos alguns motivos para ter e usar essa peça no seu cotidiano.

1. Combina com todos os seus sapatos

Como você sabe, escolher o sapato ideal para o look pode ser um desafio. A maioria das mulheres tem um grande número de pares e muitas vezes fica perdida quando precisa encontrar o sapato ideal para uma determinada situação.

O calçado é um componente essencial para a produção e merece muita atenção. Entretanto, se estiver de vestido essa missão fica muito mais fácil. Afinal, você vai poder aproveitar sapatos confortáveis, como uma rasteirinha ou até mesmo um salto. Vestido com tênis também são uma combinação que tem rendido muitas produções incríveis por aí.

2. Pode ser usado em diversas ocasiões

Você pode trabalhar com um vestido, ir em uma festa e até em bares despojados com essa peça. Em alguns casos, basta um pouco de criatividade para aproveitar o mesmo modelo em diversas situações.

Um vestido básico pode ser transformado em um look muito mais interessante com uma jaqueta de couro ou uma combinação de joias. Basta usar a criatividade e o bom senso para aproveitar a versatilidade da peça.

3. Promove sensação de conforto e liberdade

Nada melhor do que usar uma roupa confortável, não é mesmo? Essa é uma das principais características do vestido. A peça tem um caimento leve, favorece os movimentos da rotina e promove uma deliciosa sensação de frescor. Se você sabe que vai passar muitas horas na rua ou que vai para um lugar quente, um vestido é uma boa alternativa.

Como nem tudo são flores, esse tipo de vestimenta também exige mais cuidado com a postura. Afinal, um descuido pode fazer com que você deixe a lingerie a mostra. Porém, esse detalhe não impede a peça de ser muito agradável.

4. Vai bem em qualquer estação do ano

Muitas mulheres acreditam que só podem aproveitar as vantagens dos vestidos no calor. Felizmente, elas estão enganadas. Como vamos ver com mais detalhes no decorrer do texto, é possível combinar a peça com os acessórios de qualquer estação do ano.

Existem vestidos de manga, com tecidos mais quentes, e as peças ficam ótimas com casacos e outras sobreposições.

5. Torna a produção mais prática

Você já ficou horas e horas tentando encontrar a roupa certa para uma ocasião? Aposto que sim. A sensação de “eu não tenho nada para vestir”, mesmo quando o armário está cheio de roupas, é muito comum entre as mulheres. Escolher a roupa certa pode ser um processo demorado, principalmente quando estaremos em vários ambientes em um mesmo dia.

Esse é um excelente motivo para apostar em um vestido, inclusive para ir para o trabalho.

Como são peças super versáteis, é muito mais rápido decidir quais vão ser os acessórios e demais peças do look. Dessa forma, sobra mais tempo para caprichar mais na maquiagem, por exemplo.

6. Deixa o look mais feminino

Poucas peças são tão femininas quanto o vestido, não é mesmo? É uma ótima pedida para aqueles dias que você está com vontade de destacar o seu lado mais feminino ou romântico. Mas fique tranquila! Se esse não é o seu estilo, ao usar os acessórios certos, você consegue dar a sua personalidade a produção.

7. Ajuda você a economizar

Em uma coisa todo mundo concorda: é sempre bom economizar dinheiro. Pois saiba que o vestido também é uma maneira de poupar. Afinal, é possível aproveitar o mesmo modelo em mais de uma estação, apenas adicionando ou retirando itens de acordo com a necessidade do clima.

Sendo assim, é sempre interessante buscar peças de qualidade para que elas possam ser usadas durante o ano inteiro. O consumo sustentável faz bem para as suas finanças e também para o meio ambiente, esse é um dos motivos para evitar comprar produtos na China, por exemplo.

8. Faz você sair da mesmice

Muitas vezes ficamos viciadas em usar apenas calça e blusa no dia a dia, principalmente nos dias frios ou para ir para o trabalho. O vestido pode ser incorporado a rotina de diversas formas e acaba motivando a inovação, com a adesão de acessórios e novas peças, por exemplo.

Qual estilo escolher?

Agora que já falamos sobre os principais benefícios dos vestidos, chegou o momento de falar sobre os seus diferentes estilos. Afinal, existe uma infinidade de modelos da peça. Com tantas opções, certamente existe uma versão ideal para o seu gosto pessoal, para o ambiente e o clima da época. Como tudo no mundo na moda, não existe estilo certo ou errado.

É importante conhecer as opções e decidir qual é a que mais combina com a ocasião, com a sua personalidade e que também valorize o seu corpo. Veja, a seguir, alguns dos principais estilos e em que situações eles podem ser aproveitados.

Vestido de renda

Os vestidos rendados tornam qualquer look mais feminino e romântico. Alguns modelos mesclam renda com transparência o que promove um ar de sensualidade. A peça pode ser toda de renda ou ter apenas as mangas e outros detalhes com o material. Existem versões de várias cores e isso interfere diretamente no look.

Um vestido de renda preto pode ser ideal para um evento noturno e mais formal, já que remete ao luxo e elegância. As cores mais claras, como o branco ou o nude, dão um ar de tranquilidade a peça e podem ser boas escolhas para passeios ao ar livre que acontecem de dia.

Vestido estampado

As estampas dão um charme especial para qualquer peça e não é diferente com os vestidos. É uma ótima pedida para situações informais e até mesmo para casamentos.

É possível, por exemplo, aproveitar um vestido rodado, com estampa floral e tênis para sair com os amigos. Uma alternativa muito interessante é a estampa animal print, que são um clássico do guarda-roupa feminino e deixam a produção mais moderna.

Se quiser ser ousada e apostar em uma forte tendência da moda, aproveite para combinar estampas e fugir da mesmice. Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, pode ser muito interessante construir produções com peças estampadas. Vale a pena experimentar.

Vestido com manga longa

Os vestidos de manga longa vão desde modelos mais simples até os mais formais, que podem ser usados em ocasiões mais formais. Os mais básicos podem ter estampas mais descontraídas. Já os mais elaborados podem ser feitos de tecidos sofisticados, como o veludo ou a renda.

Outra forte tendência desses modelos são as peças justas, que valorizam o formato do corpo e deixam qualquer look muito mais sensual. Os vestidos de manga longa são ideais para eventos noturnos ou mesmo de dia quando as temperaturas estiverem baixas.

Vestido curto

Os vestidos curtos são uma ótima escolha seja qual for a sua personalidade. Existem modelos para quem se identifica com um estilo sexy, romântico, moderno ou clássico. Eles podem ser aproveitados para sair e arrasar a noite com o uso de brilhos, correntes e outros itens de luxo. Também podem ser ideais para passeios informais, com opções de tecido leve e caimento mais soltinho.

Em alguns casos, dependendo da área de atuação, é possível usar a peça até em ambientes de trabalho. Nesse caso, vale apostar em produções mais elegantes e discretas, como as que têm cores e estampas delicadas. A escolha dos sapatos fica ao seu critério, os vestidos combinam muito bem com tênis, sandálias abertas, rasteirinhas ou saltos altos. Vale observar qual é o mais ideal para a situação e estilo.

Vestido rodado

O vestido rodado, também conhecido como vestido godê, tem a cintura marcada e uma saia volumosa. A peça é super versátil e pode ser aproveitada por mulheres de todos os tipos físicos. O estilo rodado é muito romântico e, para muitos, é considerado vintage.

O modelo ficou famoso por aqui nas décadas de 50 e 60 e atualmente é uma tendência nos looks do dia das blogueiras. Com as combinações certas, a peça pode se adequar a todas as estações e estilos.

Vestido midi

O vestido midi também está super em alta e ganhando cada vez mais os guardas-roupas das mulheres. A peça não é considerada curta e nem longa, geralmente, o comprimento fica até a altura da canela. É uma opção moderna e prática, ideal para usar na rotina.

Eles tendem a deixar a silhueta mais achatada, mas isso não significa que mulheres de baixa estatura não possa aproveitar o modelo. Para evitar o efeito, alongando as pernas, a dica usar um salto alto.

Vestido chemise

Chemise vem do termo francês chemisier, que quer dizer camisa. O vestido é muito parecido com uma camisa longa e é uma tendência muito interessante. Além de ser muito elegante e estar disponível em diversos tecidos, cores e estampas, a peça ajuda a emagrecer.

Vestido tomara que caia

O vestido tomara que caia é uma peça sensual e elegante, não é por acaso que ela está sempre presente nas coleções de moda. O colo a mostra é uma ótima alternativa para os dias mais quentes. É importante destacar que o modelo não oferece nenhuma sustentação aos seios, é preciso estar ciente disso para não se sentir desconfortável. Geralmente, mulheres com seios menores se sentem mais à vontade com o modelo.

Vestido preto

Toda mulher precisa ter um pretinho básico no guarda-roupa, não é mesmo? Ele nunca sai de moda, é um verdadeiro clássico. Essa praticidade e beleza, faz com que o vestido possa ser usado para ir em eventos mais formais, como festas e reuniões de trabalho, ou até mesmo em jantares e ocasiões mais importantes.

Como usar vestido longo no dia a dia?

O vestido longo é um modelo muito estiloso — ao contrário do que muitas pensam — também pode ser aproveitada por mulheres de todos os tamanhos e pesos. Se você não se sente confortável em usar os curtos, essa é uma excelente opção para aproveitar todos os benefícios do vestido no dia a dia.

Separamos algumas dicas para você arrasar com vestidos longos em eventos formais e informais. Veja.

Aproveite estampas alegres

Se o ambiente permite um look mais leve e descontraído, que tal apostar em uma estampa bem alegre? Estampas florais ou até mesmo estampas geométricas podem dar outro visual para a produção.

Marque a cintura

Muitas mulheres não se sentem bem com vestidos longos por conta do caimento da peça no corpo. Uma das principais queixas é que essa fluidez não valoriza o formato e as curvas do corpo, deixando a mulher mais reta. Uma boa maneira de resolver esse problema é usar um cinto para marcar a cintura. O acessório, que pode ter uma cor contrastante ou da mesma cor da peça, oferece muito estilo a produção.

Torne a peça mais despojada

O vestido longo, de maneira geral, oferece mais seriedade e elegância ao visual. Se quiser deixar o look menos sério, é viável adicionar peças mais simples. Tente combinar a peça, por exemplo, com um tênis. A mistura está super na moda e é uma ótima alternativa para quem não quer usar salto alto ou deseja inovar.

Use e ouse com listras

As listras são estampas que ficam muito interessantes para vestidos longos. As listras são uma das estampas mais clássicas e queridas do mundo da moda, ideais para quem quer um look atemporal e moderno. Para não ter um aumento da silhueta, o ideal é que as listras façam desenhos verticais ou diagonais.

Vá a praia com ele

Use um vestido longo com tecido leve e estampa divertida para aproveitar um dia de praia. Uma rasteirinha pode completar o look praiano. Além de linda, você vai se sentir muito confortável.

Vá ao trabalho com ele

Cansada de ir ao trabalho sempre de calça e camisa? O vestido longo é uma ótima alternativa de roupa para o escritório. Para isso, aposte nos lisos ou com estampas mais discretas. Um blazer ou cardigan podem deixar o visual mais sério e apropriado para o ambiente da empresa.

Não esqueça dos acessórios

Os acessórios são essenciais para quem quer deixar a produção mais moderna e elegante. Se o vestido tiver decote, que tal colocar um colar para valorizar ainda mais o seu visual? A bolsa, pulseiras e anéis também são bem-vindos. Para não errar nas cores, vale eleger a cor predominante da estampa da peça ou apostar nos clássicos dourado e prata.

Dá para usar vestido no frio?

Sim! Apesar de ser mais comum ver pessoas usando vestidos por aí em dias quentes, a peça também pode ser aproveitada em looks de inverno. Além dos modelos longos, existem os que têm manga comprida e com tecidos mais quentes que podem ser boas opções para temperaturas mais baixas.

No frio, você pode, por exemplo, usar lenço, usar echarpe ou até mesmo um sobretudo. Meias-calças e botas de cano alto também podem ajudar você a compor uma produção confortável, prática e muito bonita.

Outra boa opção para espantar o frio com muito estilo, são a jaqueta jeans ou a jaqueta de couro. Além de serem muito bonitas, as peças combinam com vestidos estampados e com diversos tipos de tecidos e cores.

Se a temperatura não está tão baixa ou se você não quer usar nenhuma sobreposição, é possível escolher um vestido que seja feito com um tecido mais encorpado. Entre as alternativas mais comuns estão a lã, o moletom e a sarja.

O clima frio combina com cores sóbrias e neutras, mas isso não significa que os vestidos estampados e coloridos devem ficar guardados. Ainda é possível usar as peças com sobreposições em tons mais fechados, como marrom, preto ou até mesmo o vermelho.

O inverno é um ótimo momento para exercitar a sua criatividade e misturar peças para continuar usando as suas peças preferidas sem passar frio.

Como escolher o modelo certo?

Agora que você já conhece os benefícios de usar vestidos no dia a dia e conhece os principais estilos da peça, talvez esteja se perguntando qual é o modelo certo para você. Como tudo no mundo da moda, o mais importante é escolher o que mais combina com o seu estilo pessoal e que faça você se sentir bem consigo mesma. Se sentir bem e confiante é o item mais indispensável de qualquer look.

Porém, existem algumas dicas que podem ajudar você a definir qual é o modelo ideal para o seu tipo de corpo. Afinal, uma das maravilhas da moda é que ela nos ajuda a destacar o que mais gostamos e disfarçar as imperfeições. Confira os cortes mais indicados para cada tipo de corpo.

Corpo retângulo

Mulheres com esse tipo de corpo têm ombros, cintura e quadris na mesma linha e, geralmente, são bem magras. Se a ideia é dar mais curvas e formas ao corpo, é interessante abusar de vestidos volumosos, com saias rodadas, por exemplo, que ajudam a disfarçar a magreza.

Todavia, também é possível aderir aos cortes bem justos para demarcar a cintura. Vestidos com bolsos nas laterais também podem fazer os quadris parecerem mais largos. As peças podem ter cores vibrantes e estampas ficam muito bem nesse tipo de corpo.

Corpo pera

O corpo pera, também conhecido como corpo violão, é um tipo físico bem comum entre as brasileiras. O nome é dado ao porte de mulheres que têm os quadris mais largos que os ombros. Nesses casos, vale investir em peças que valorizem a parte superior e marcar de forma bem suave o quadril. Vestidos com decote para chamar a atenção e criar volume na região dos ombros. Colares, lenços no pescoço e detalhes horizontais também são boas opções.

Corpo maçã

Esse é o nome dado ao corpo onde a cintura é mais volumosa que os ombros e o quadril. Os vestidos retos, monocromáticos e com modelagem mais fluida, ajudam a reduzir essa diferença. Se você quer marcar a silhueta, uma boa opção são os vestidos tubinhos. Peças com decotes em V também funcionam bem nesses casos.

Corpo uva

Algumas mulheres têm os ombros largos e os quadris estreitos, esse formato é chamado de corpo uva. Nesse caso, é importante evitar vestidos de alcinha ou cavados demais, já que esses modelos valorizam os ombros. Listras verticais na parte superior da peça e cores vibrantes podem ajudar.

Corpo ampulheta

Ombros e quadris na mesma linha, curvas proporcionais e a cintura fina: este é o corpo ampulheta. Para valorizar esse formato, é interessante apostar em modelos que valorizem a cintura. Se o modelo não fizer isso por si só, um cinto pode ser usado para fazer a marcação.

Existe uma infinidade de modelos, estilos e formas de aproveitar todos os benefícios dos vestidos no dia a dia. Como vimos no decorrer do artigo, a peça é extremamente versátil e democrática: pode ser aproveitada por todos os corpos, fases da vida e estilos. Espero que você tenha gostado de conhecer mais sobre essa peça incrível.

Se você gosta de ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo da moda, vai adorar receber os conteúdos que produzo aqui no blog. Assine a nossa newsletter e não perca nenhum artigo.
 

Facebook Comments
Powered by Rock Convert