Como evitar calos de sapatilhas: Veja estas 4 dicas!

É muito frustrante quando as sapatilhas, tão queridinhas das mulheres quando o assunto é estilo, também sejam famosas por provocar machucados nos pés, especialmente na região dos dedos e do calcanhar. Mas fique tranquila: não há motivo para desanimar! Existem, sim, algumas formas de evitar calos de sapatilhas, bem como feridas e bolhas!

Sabemos que não adianta estar linda se o incômodo e as dores nos pés impedem o seu conforto e bem-estar. Por isso, preparamos 4 dicas para que você use as suas sapatilhas preferidas sem sofrimento. Confira como evitar calos de sapatilhas!

1. Evite sapatos que machucam facilmente

Ao comprar sapatilhas novas, escolha modelos que se ajustem aos seus pés de forma confortável, sem apertar os dedos ou ficar “pegando” atrás. E, é claro, apenas adquira calçados na numeração certa para você.

Não se esqueça também de analisar o material do sapato. Se ele for muito duro ou tiver costuras internas, a chance de machucar os seus pés é grande. Sapatos de plástico, por exemplo, contam com a vantagem de não ter costuras. Nesses casos, plásticos mais maleáveis trazem um conforto maior.

Chegou em casa e percebeu que a sapatilha ficou apertada? Comprou pela internet e, ao experimentar, sentiu alguma dor ou incômodo? Apesar de alguns calçados se adaptarem aos pés com alguns dias de uso e de existirem formas de torná-los mais confortáveis, o ideal nessas situações é trocar o par por outro mais confortável.

2. Use protetores de pés para evitar os machucados

Se você se apaixonou por um modelo, escolheu a numeração certa mas, mesmo assim, o calçado incomoda ou machuca um pouco, não se preocupe. Existem diferentes opções de protetores de pés ótimos para evitar calos de sapatilhas, bolhas ou outros ferimentos!

Há as opções de protetores adesivos, que podem ser cortados no tamanho ideal e colocados nas áreas que sofrem mais atrito com o uso dos calçados, como o calcanhar ou os dedos. Alguns já vêm em formato de tiras e em embalagens que dispensam o uso da tesoura.

Existem também os protetores em tiras de gel, silicone ou espuma, que devem ser colados diretamente nas sapatilhas, especialmente na região do calcanhar, e se ajustam ao tamanho do sapato. A vantagem desse protetor é que ele não escorrega e já deixa o seu calçado prontinho para o uso.

3. Aposte no gel protetor

Outra opção para prevenir os machucados causados por sapatilhas é o protetor em forma de gel. Esse produto cria uma espécie de película para os pés, protegendo-os do atrito com os sapatos e evitando as bolhas e calos.

Aplique o gel nas regiões do pé em que você sente dor ou incômodo. Faça isso um pouco antes de sair de casa para dar tempo de secar. Por ser transparente e super discreto, esse produto é uma ótima alternativa para quem não gosta dos protetores adesivos, mas funciona melhor com aquelas sapatilhas que não machucam muito.

4. Use curativos para proteger os calos e bolhas

Se você já está com os calos e bolhas nos pés, utilize curativos nas regiões afetadas. Eles facilitam a cicatrização, impedem a entrada de bactérias nos ferimentos e evitam o atrito da região machucada com os sapatos, o que diminui a dor consideravelmente.

Para usar com sapatilhas, aposte em curativos adesivos transparentes, que são mais discretos e superpráticos. Aliás, é bom ter sempre alguns na sua bolsa. Existem também os curativos específicos para bolhas, que absorvem a secreção das feridas. Mas, se você acha que os curativos adesivos escorregam e não duram muito tempo nos pés, utilize nos esparadrapos tradicionais.

Os sapatos baixinhos são uma alternativa charmosa e confortável que pode ser usada em diversas ocasiões. Escolha modelos e tamanhos adequados, fique atento às formas de evitar calos de sapatilhas e caminhe sempre linda e sem dores ou incômodos nos pés!

Gostou dessas dicas e quer continuar por dentro das novidades que compartilhamos? Basta acompanhar nossas redes sociais: estamos no FacebookTwitter e Instagram!

Facebook Comments